pascoa01A Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon/Campos) realizou nos dias 28 e 30 últimos a 2º pesquisa de preços dos ovos de Páscoa. A pesquisa serve para informar os consumidores dos preços que estão sendo praticados no mercado de Campos. Em relação a pesquisa anterior, os preços estão em média 25% menores. Além disso, existem variações de preços de até 23% de um mesmo produto. De acordo com os técnicos do Procon /Campos há uma grande oferta de mercadorias de boa qualidade, e a competição entre os fornecedores fez os preços retrocederem, o que pode acontecer ainda mais nesses últimos dias.

De acordo com a secretária do Procon/Campos, Dr.ª Rosangela Tavares, as pesquisas feitas pelo órgão ajudam os consumidores a economizarem, contribuindo para uma boa economia do consumidor. “Os fornecedores estão promovendo uma competição que é saudável para os consumidores. Nesses últimos momentos são oferecidas boas ofertas, com a finalidade de acabar com os estoques. Cabe ao consumidor fazer uma boa pesquisa e também verificar a qualidade desses produtos. O consumidor é livre para comprar onde desejar, mas com a tabela do Procon/Campos ele conhece antecipadamente as melhores ofertas e pode fazer uma boa economia”, destaca Dr.ª Rosangela Tavares.

pascoa02

Na semana da Páscoa podem ocorrer promoções, que sempre são bem vindas, com a diminuição de preços, mas os produtos podem já não ter a mesma qualidade, em função da exposição nos balcões e gondolas.

Cuidados:

1 - A obrigatoriedade da nota fiscal, do prazo de validade, da verificação da origem, do estado da embalagem, e se está quebrado ou não.

2 - A numeração apontada na embalagem do ovo nem sempre tem relação com a indicação do peso do produto, não é equivalente entre os fabricantes e, portanto, não é padronizada. Ao escolher o ovo, o consumidor deve observar e comparar peso, qualidade e preço.

3 - Os brinquedos devem ter especificação descrita do lado de fora da embalagem, com informações sobre faixa etária à qual se destina, identificação do fabricante (nome, CNPJ, endereço), importador (caso o brinquedo seja importado), instruções de uso e de montagem, eventuais riscos que possam apresentar à criança e selo de segurança do Instituto de Metrologia (Inmetro), indicando que o produto foi fabricado e comercializado segundo normas técnicas nacionais. Lembre-se: produtos que não apresentam o selo de certificação do Inmetro não foram testados quanto aos riscos que podem oferecer à criança.

4 - É na embalagem que todas as informações sobre o produto devem estar. Estas devem ser claras e precisas, com especificações corretas sobre quantidade, composição, características, qualidade e peso, bem como os possíveis riscos que o produto apresente. Avalie também as condições gerais da embalagem, pois ela deve proteger o produto de insetos ou contaminação, e verifique se há sinais de violação do conteúdo, furos ou partes amassadas. Se constatar a situação, recuse.

5 - Vale a pena conferir as informações fornecidas em anúncios, folhetos ou em qualquer material publicitário na hora da compra. O fornecedor deve cumprir a oferta exatamente como anunciou. Após definir o tipo de ovo a ser comprado, pesquise preços, pois eles podem variar bastante de um local para outro.

6 - No caso dos produtos artesanais, os fabricantes caseiros devem seguir as mesmas regras de comercialização dos fornecedores de produtos industrializados. Solicite a degustação do produto antes da compra e, sempre que possível, visite a cozinha. Para aquelas pessoas com restrições alimentares, por outro lado, há opções de chocolates diet, sem adição de açúcar ou sem lactose. E as regras de apresentação dos produtos são as mesmas para qualquer outro ovo de chocolate. Inclusive com destaque para as características de sua utilização para efeito de consumo específico.

7 - O armazenamento deve ser efetuado longe de produtos de limpeza e fontes de calor. Não compre de ambulantes - as condições de armazenamento nesses ambientes são inadequadas, o que pode colocar em risco sua saúde.

8 - O local onde estão armazenados ou expostos os ovos deve estar sob temperatura adequada (cerca de 18º C). Ambientes muito quentes provocam o derretimento do produto; temperaturas muito baixas fazem o chocolate endurecer e apresentar uma coloração esbranquiçada.

Dicas:

- Os chocolates e ovos devem estar dispostos na área de venda em local fresco, protegido da luz e umidade e na temperatura ideal para que o produto não sofra alteração na sua qualidade.

- Observe bem a embalagem. Esta deve estar íntegra e conter um rótulo com as informações obrigatórias. As mais importantes a serem avaliadas são: data de fabricação, data de validade, nome e endereço do fabricante além das informações nutricionais.

- O melhor chocolate é o que apresenta menor quantidade de gordura trans e gordura saturada, maior quantidade de cacau, menor de açúcar e menor quantidade de sódio.

- A qualidade do produto é que faz a diferença e requer muita atenção na hora de comprar.

- Os consumidores tem a disposição uma grande oferta de ovos, tabletes e coelhinhos de chocolate, de vários tamanhos, formas, tipos, marcas com preços que atendem a todas as camadas da população.

- Os chocolates, se consumidos em excesso, podem prejudicar a saúde, além de tornar o produto mais calórico.

A pesquisa completa dos preços dos ovos de Páscoa feita pelo órgão pode ser acessada pelo site www.procon.campos.rj.gov.br, no ícone pesquisas, onde os consumidores podem acompanhar todas as pesquisas realizadas pelo Procon/Campos desde a implantação do serviço.