Os fiscais da superintendência do Procon/Campos realizaram, nos meses de junho e julho, operações de fiscalização em 125 restaurantes e bares, distribuídos por diversos bairros do município. Ao todo, foram 8 restaurantes autuados. Nas visitas, os fiscais analisaram as condições de preparo e armazenamento dos alimentos nas cozinhas, assim como os estoques secos e molhados, além de passar outras orientações aos fornecedores.

 

De acordo com o órgão de defesa do consumidor, as principais infrações encontradas foram em relação a produtos com prazo de validade expirado, expostos a venda ou nos estoques, má conservação das geladeiras utilizadas na preparação dos alimentos servidos, assim como falta de especificação do prazo de validade nos produtos abertos ou retirados da embalagem original. Também foram flagradas situações de falta de higiene e de limpeza em algumas cozinhas. Os estabelecimentos autuados responderão a um processo administrativo instaurado pelo órgão.

 

Além das infrações acima descritas, foram encontradas outras irregularidades, que foram posteriormente sanadas em praticamente todos os estabelecimentos visitados. As principais foram: ausência de informação referente ao fornecimento de água filtrada gratuita aos seus clientes (conforme Lei 7.047/2015), bem como a falta de reserva de 5% de lugares para gestantes, idosos e deficientes (Lei 68.778/2014).